Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Importação de papéis diminuiu em 2011, aponta Bracelpa

Por André Magnabosco

São Paulo – Após crescer quase 40% em 2010, na comparação com o ano anterior, a importação de papéis deve encerrar este ano com alta anual de 1,2%, segundo projeções da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa). As estimativas da entidade indicam que as compras externas no setor encerrarão o ano em um total de 1,52 milhão de toneladas, ante 1,50 milhão de toneladas do ano passado. Até outubro, as importações somaram 1,25 milhão de toneladas, com expansão de 1,5% ante os dez primeiros meses de 2010.

A desaceleração das importações se acentuou nos últimos meses do ano principalmenteapós a aplicação de medidas federais de controle à importação do papel chamado imune. Esse produto, isento de tributos e utilizado para fins editoriais, tem sido desviado para a aplicação em produtos com fins comerciais.

As exportações do segmento, por sua vez, devem encolher 1,2% no acumulado de 2011 ante o ano passado, para 2,05 milhões de toneladas. A produção no período deve crescer 0,3%, para 9,87 milhões de toneladas, o que resultará em uma expansão de 0,7% no consumo aparente do setor, para 9,34 milhões de toneladas.

A balança comercial do segmento de papéis deverá fechar o ano em US$ 430 milhões, com retração de 8,1% em relação ao ano passado. As importações devem crescer 14,9% no período, para US$ 1,77 bilhão, ante incremento de 9,6% das exportações de papéis, para um total de US$ 2,2 bilhões.