Clique e assine a partir de 9,90/mês

HSBC vai demitir 10 mil funcionários pelo mundo, diz TV

Banco deve apresentar lucro decepcionante nesta segunda-feira; ações de grande parte das instituições bancárias britânicas caíram no primeiro semestre

Por Da Redação - 31 jul 2011, 12h05

O banco britânico HSBC vai anunciar nesta segunda-feira, na apresentação de seus resultados semestrais, a demissão de 10.000 funcionários no mundo todo, como informou neste domingo o canal Skynews. Com 300.000 colaboradores, o banco planeja os cortes para o próximo ano como parte da estratégia de seu novo executivo-chefe, Stuart Gulliver, que anunciou em maio um multimilionário plano de economia.

Está previsto que o gigante HSBC apresente nesta segunda-feira resultados “decepcionantes” relativos ao primeiro semestre do ano, com lucro bruto de 1,090 bilhão de dólares frente aos 1,110 bilhão de dólares do mesmo período do ano anterior. A queda nos lucros pode afetar os outros grandes bancos britânicos. Lloyds, Royal Bank of Scotland e Barclays também apresentam resultados seus semestrais ao longo da próxima semana.

A proposta da comissão independente dos bancos britânicos (ICB, na sigla em inglês) de separar os bancos comerciais dos de negócios e o clima instável da economia global afetaram os lucros dos primeiros meses do ano das instituições financeiras britânicas.

As ações do Lloyds e do RBS, dois bancos que receberam intervenção do Governo britânico, caíram 30% e 17%, respectivamente, no primeiro semestre do ano. Já as ações do Barclays recuaram 26% e as do HSBC perderam 14% de seu valor nesse mesmo período. No caso de Barclays, espera-se que anuncie perdas de 24% nos lucros em anúncio nesta terça-feira, segundo os investidores Seymour Pierce.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade