Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Grécia retoma negociações sobre dívida na 4ªfeira

Por Da Redação 15 jan 2012, 10h10

Por Gabriela Mello

Atenas – A Grécia retomará as negociações com credores do setor privado na próxima semana sobre um grande plano de reestruturação da dívida, com o objetivo de alcançar os contornos de um acordo a tempo para uma reunião entre ministros de Finanças da zona do euro, em 23 de janeiro.

Em declarações aos colegas membros do Partido Socialista, o ministro de Finanças grego, Evangelos Venizelos, insistiu que as conversações serão retomadas nos próximos dias, apesar de uma ruptura na sexta-feira em meio a divergências sobre a futura taxa de juro que a Grécia pagará.

“Os nossos colegas do Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês) retornarão na quarta-feira, e a nossa meta é ter um esboço geral acordado antes da próxima reunião do Eurogrupo, em 23 de janeiro”, disse Venizelos em um discurso aos deputados do Partido Socialista na noite de sábado.

O IIF, grupo com sede em Washington que representa os maiores bancos do mundo, concordou em outubro que negociaria com a Grécia um acordo de baixa contábil “voluntária” da dívida com vista a um corte de 50% no valor dos títulos detidos pelo setor privado.

Mas dois dias de conversações em Atenas terminaram na sexta-feira sem um acordo. A maior disputa entre os dois lados são os pagamentos de juros anuais sobre os novos bônus que seriam trocados pelos antigos.

O IIF exige um cupom anual de 4% a 5%, argumentando que este é o limite mínimo absoluto de qualquer acordo que possa ser descrito como voluntário, segundo pessoas familiarizadas com a questão. Alguns governos da zona do euro, liderados pela Alemanha e sustentados pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), tem buscado uma taxa de juro bem baixo de 4%, segundo as fontes. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade