Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grécia deveria permanecer na zona do euro, diz Juncker

BRUXELAS, 14 Mai (Reuters) – O chefe do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, afirmou nesta segunda-feira que a Grécia deveria permanecer na zona do euro e que faria o possível para que conseguisse isso, mas sem que o país relaxe as reformas acertadas com as autoridades internacionais para o seu resgate financeiro.

Sobre a reunião desta segunda-feira em Bruxelas do Eurogrupo, que reúne ministros das Finanças da zona do euro, Juncker descartou que a saída da Grécia tenha sido um tema discutido nesta segunda-feira.

O dirigente aproveitou para elogiar as reformas que estão sendo implementadas em Portugal, que disse estar “progredindo bem” nos programas definidos pelo governo local, e declarou que políticas de crescimento e consolidação devem seguir em paralelo.

“Nós reforçamos (na reunião) que nossa estratégia atual de consolidação, em linha com as regras do pacto de estabilidade e crescimento, continua apropriada, e seguirá sendo a pedra angular de nossa estratégia para corrigir nossos desequilíbrios fiscais e macroeconômicos, superar a crise e retornar a um ritmo de crescimento sustentável”, afirmou Juncker.

O chefe do Eurogrupo completou que “os esforços de consolidação na região devem ser favoráveis ao crescimento”, e que os ministros de Finanças da zona do euro devem retomar essa discussão na próxima reunião do órgão, em 21 de junho.

(Reportagem de Robin Emmott, Robert-Jan Bartunek, Jan Strupczewski e Annika Breidthardt)