Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Grécia derruba lucro líquido do Crédit Agricole no 3o trimestre

Por Da Redação 10 nov 2011, 07h46

PARIS (Reuters) – O Crédit Agricole, um dos bancos mais expostos à dívida italiana, disse que está se preparando para tempos difíceis depois de sofrer grande queda no lucro do terceiro trimestre por causa das perdas com a dívida soberana da Grécia.

O banco, controlado por um grupo de cooperativas de instituições financeiras regionais, teve queda de 65 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre, o dobro do que analistas esperavam.

O Crédit Agricole está realizando uma série de reformas sob nova gestão depois que a tentativa de aumentar as atividades de banco de investimento e de corretagem se viu fracassada por causa da crise de 2008.

O banco também anunciou a venda de ativos de risco em linha com o anunciado por concorrentes para melhorar o perfil de financiamento e aumentar capital.

O lucro líquido do terceiro trimestre caiu para 258 milhões de euros, de 742 milhões de euros um ano antes. O resultado ficou abaixo da previsão de analistas, de 605 milhões de euros, em uma pesquisa da Reuters.

A receita aumentou 6,2 por cento, para 5,3 bilhões de euros, acima da média de 4,96 bilhões de euros em pesquisa.

Como outros bancos europeus, o grupo do Crédit Agricole está exposto à dívida da zona do euro depois que as preocupações com Grécia e Itália se alastraram. O grupo reduziu essa exposição em 27 por cento entre junho e outubro.

Continua após a publicidade
Publicidade