Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo quer desonerar folha de toda indústria até 2014-ministro

BRASÍLIA, 4 Abr (Reuters) – O governo pretende desonerar a folha de pagamento de todos os setores industriais do país até 2014, disse nesta quarta-feira o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, um dia após o anúncio de um pacote de 60 bilhões de reais para estimular a indústria nacional.

As medidas anunciadas na véspera incluem aportes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), gastos do governo com aquisição de bens e a desoneração da folha de pagamento a 11 setores.

“Eu acho que o objetivo nosso é chegar até o final do mandato com a folha de pagamento do setor industrial brasileiro inteiramente desonerada”, disse Pimentel a jornalistas.

“Nós estamos de fato desonerando o custo do trabalho no Brasil. Isto está em andamento, começou no ano passado… E isso vai prosseguir”.

Na terça-feira, o governo anunciou que estava desonerando a folha de pagamentos de 15 setores, que deixarão de arcar com 20 por cento sobre a folha e passarão a pagar entre 1 e 2,5 por cento sobre o faturamento. As eventuais perdas previdenciárias serão bancadas pelo Tesouro Nacional.