Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Governo poderá privatizar a Petrobras no futuro, diz ministro

Para Fernando Coelho Filho, de Minas e Energia, o debate que será feito no próximo ano será em relação ao tamanho e o papel que o estado deve ter

Por Da redação 3 out 2017, 09h46

Uma eventual privatização da Petrobras pode acontecer, disse na noite de segunda-feira o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. “Eu acho que isso vai acontecer. É um caminho”, afirmou ele em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, sobre a possibilidade de privatização da estatal de petróleo no longo prazo.

  • O ministro disse que acredita que o debate no próximo ano será em relação ao tamanho e papel que o estado deve ter, para que se defina se o governo deveria se concentrar em “saúde, educação e segurança, o que, de fato, deveria cuidar”, ou em ter participações em estatais “nos mais diversos setores”.

    Em relação à privatização da Eletrobras, já anunciada , o ministro disse que o processo incluirá Furnas e Chesf. “Vamos privatizar a holding e as unidades afiliadas”, disse Coelho Filho. A avaliação é que a concessão da Eletrobrás poderá se dar até 2018, apesar das dificuldades do processo. “Estamos cientes de que há uma série de etapas e compromissos a serem passados. “, afirmou.

    Na segunda-feira, o presidente da empresa elétrica, Wilson Ferreira Jr., disse que a companhia deverá manter uma participação minoritária em suas seis distribuidoras que atuam no Norte e Nordeste após privatizá-las, o que está previsto para acontecer até o primeiro trimestre do ano que vem.

    (Com Reuters)

    Continua após a publicidade
    Publicidade