Clique e assine a partir de 9,90/mês

Governo constitui Etav e elege ex-ANTT para presidente

O ex-diretor-geral da Agência Nacional dos Transportes, Bernardo Figueiredo, vai administrar a empresa responsável pelo projeto do trem-bala

Por Da Redação - 8 ago 2012, 20h38

O ex-diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) Bernardo Figueiredo foi eleito nesta quarta-feira diretor-presidente da Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade S.A. (Etav). A companhia, vinculada ao Ministério dos Transportes, foi criada para planejar e promover o desenvolvimento do trem-bala que ligará Campinas a São Paulo e Rio de Janeiro.

A constituição da estatal ocorreu por meio de uma assembleia geral coordenada pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Também foram eleitos os integrantes dos conselhos administrativo (Consad) e fiscal (Confis) e todos os participantes foram empossados pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos.

Fazem parte do Consad os representantes do Ministério dos Transportes Miguel Masella (presidente), Nélida Madela e Dino Batista; Maurício Muniz, do Ministério do Planejamento; e Luiz Antonio Rodrigues Elias, do Ministério de Ciência e Tecnologia.

Leia mais:

Continua após a publicidade

PAC 2 prevê leilão do TAV até 30 de maio de 2013

No caso do Confis, os representantes são Adelaide Cristina de Oliveira e Francisco Antônio Martins, ambos do Ministério dos Transportes; e Débora Peters, do Ministério da Fazenda.

O capital inicial da Etav é de 50 milhões de reais e seu foco é representar os interesses do governo federal no projeto, além de evitar novos atrasos no projeto do trem-bala. Eleito como diretor-presidente da Etav, Figueiredo foi rejeitado pelo Senado quando era reconduzido ao cargo de diretor-geral da ANTT.

(Com Agência Estado)

Publicidade