Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo amplia IOF sobre empréstimos externos

Taxação de 6% passa a valer para empréstimos com vencimentos em três anos. Medida visa desestimular a contração de dívida de curto prazo e, com isso, brecar a queda do dólar

Por Da Redação 1 mar 2012, 08h46

Para conter a queda do dólar, o governo estendeu o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6% cobrado sobre os empréstimos externos para captções com vencimentos em três anos. Em abril do ano passado o governo já havia estendido o imposto de captações com vencimentos em até 360 (quase um ano) dias para as com vencimentos em até 720 dias (quase dois anos). A mudança vale a partir desta quinta-feira. Captações cujos vencimentos ultrapassam três anos continuam isentas.

No dia 18 de fevereiro, a coluna Radar On-line, do site de VEJA, havia revelado a intenção do governo de mexer no IOF para conter a valorização do real.

Leia também:

Ação do BCE reforça tendência de alta do real ante o dólar

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade