Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gol compra a Webjet por R$ 311 milhões

A Gol pagará R$ 96 milhões pela concorrente. O restante, cerca de R$ 215 milhões, refere-se a dívidas

Com a aquisição, que precisa ser autorizada pela Anac e pelo Cade, a Gol passaria a controlar 40% do mercado

As empresas, além de manterem as demonstrações financeiras separadas, continuarão a atuar de forma independente

A Gol Linhas Aéreas anunciou nesta sexta-feira que celebrou um acordo para aquisição de 100% do capital total da concorrente Webjet por 96 milhões de reais mais dívidas. O valor do negócio é de, aproximadamente, 311 milhões de reais (com data base em 31 de março de 2011), conforme documento enviado à Comissão de Valores de Mobiliários (CVM). Acredita-se que a diferença de 215 milhões de reais seja referente a dívidas da empresa aérea do empresário Guilherme Paulus, fundador da operadora de turismo CVC, e que serão assumidas pela compradora.

Os valores precisam ainda ser confirmados em um processo de due diligence, isto é, uma avaliação detalhada de todas as informações e documentos da empresa que é alvo da oferta de compra.

A aquisição da Webjet, a ser definida após o processo iniciado nesta sexta-feria, será realizada pela Gol ou uma de suas subsidiárias. As empresas, além de manterem as demonstrações financeiras separadas, continuarão a atuar de forma independente, sem previsão de mudanças estruturais ou de gestão.

Nesta sexta-feria, a empresa da família Constantino já havia divulgado dois fatos relevantes: um primeiro em que admitia a existência de negociações e outro em que declarava ao mercado a assinatura de um memorando de entendimentos pelo qual oficializava a intenção de adquirir 100% da Webjet.

A negociação terá ainda de ser aprovada pela Agência Nacional de Avição Civil (Anac) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Com a aquisição, a Gol passaria a controlar 40% do mercado brasileiro. A líder TAM tem 45%.

Ainda que o aumento da participação de mercado justifique a proposta, especula-se no setor de aviação que a Gol intensificou suas investidas na Webjet depois que o grupo irlandês Ryan – que controla a aérea Ryanair – passou a lhe prestar consultoria no início do ano passado. Desde então, a expectativa era de que a empresa europeia pudesse firmar algum tipo de acordo com a brasileira. Guilherme Paulus chegou a anunciar que estava em negociações. No entanto, como a legislação brasileira ainda não permite a entrada de mais de 20% de participação estrangeira em companhias aéreas, as negociações esfriaram.

A Webjet ocupa o quarto lugar no mercado doméstico, atrás de TAM, Gol e Azul. Com uma frota de 20 aeronaves Boeing 737-300, a empresa possui slots em aeroportos estratégicos do país, como Guarulhos e Brasília. A Gol, fundada em 2000 pela família Constantino, tem procurado crescer organicamente e por meio de parcerias de codeshare com empresas internacionais, como Air France e KLM. Em 2010, a empresa adquiriu a Global Táxi Aéreo, que atua no segmento de fretamento de aeronaves executivas.

Novo round na briga pela liderança no setor aéreo
Frota Faturamento em 2010 Market Share Localidades atendidas
Gol 111 aeronaves R$ 6.979.447 35% 49
Webjet 20 aeronaves R$ 763.538 5% 14