Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

GM anuncia recall de mais 8,45 milhões de veículos

Prejuízo com convocações chegará a US$ 700 milhões no segundo trimestre

A General Motors (GM) anunciou o recall de 8,45 milhões de veículos produzidos entre 1997 e 2014. Cerca de 7,6 milhões deles se encontram nos EUA. A empresa disse ter conhecimento de sete colisões, com três mortes e oito pessoas feridas por causa de um possível problema na chave de ignição. Mesmo assim, a montadora diz que não há evidências conclusivas de que esse problema levou aos acidentes.

Segundo o jornal The New York Times, a convocação inclui os modelos Cadillac CTS e SRX; Chevrolet Malibu; Chevrolet Monte Carlo; Chevrolet Impala; Oldsmobile Intrigue; Oldsmobile Alero; Pontiac Grand Am; e Pontiac Grand Prix.

Brasil – A filial brasileira da montadora ainda não comunicou se o recall atinge também o país. “Caso a GM do Brasil tenha importado diretamente e comercializado no país veículos entre aqueles envolvidos nesta campanha, adotaremos todas as medidas para imediata informação às autoridades, aos nossos consumidores e à imprensa”, disse, em comunicado.

Leia também:

GM oferecerá US$ 1 mi para cada vítima de acidente por defeito na ignição dos veículos

GM diz que chave de ignição com defeito foi fabricada na China

Em 2014, a GM já fez o recall de 29 milhões de veículos em todo o mundo, mais da metade deles por causa de um possível problema na chave de ignição. Ainda nesta segunda, a GM disse que deverá ter um prejuízo de 1,2 biIhão de dólares no segundo trimestre por causa dos reparos previstos. Os recalls anunciados anteriormente deverão levar a perdas de 700 milhões de dólares no balanço entre abril e junho.

Na Bolsa de Nova York, os negócios com ações da GM foram suspensos temporariamente antes do anúncio do recall. No fim do pregão, os papéis da montadora fecharam em alta de 0,87%, a 36,30 dólares cada.

Leia ainda: GM anuncia recall de 3,36 milhões de carros nos Estados Unidos

GM recebe multa de US$ 35 milhões por recall tardio

Também nesta segunda, a GM anunciou que vai oferecer 1 milhão de dólares para cada vítima fatal de acidentes relacionados à falha na chave de ignição. Segundo o advogado da montadora, Kenneth Feinberg, a empresa também propõe o pagamento de 300 mil dólares para os cônjuges sobreviventes e a mesma quantia para o responsável por cada vítima do acidente, além de compensações financeiras e tratamento médicos para aqueles que sofreram algum tipo de lesão.

(com Estadão Conteúdo)