Clique e assine a partir de 9,90/mês

Galaxy Note 7 explode em hotel e prejuízo chega a R$ 4,4 mil

Caso, registrado na Austrália, é o mais recente na onda de problemas registrados com o smartphone lançado pela Samsung

Por Da redação - 7 set 2016, 12h53

Mais um caso de incêndio em um aparelho Galaxy Note 7 mostra o problema que a Samsung tem enfrentado com o modelo. O episódio foi registrado na Austrália.

Segundo o relato do proprietário, identificado como “Crushader” e divulgado na rede social Reddit, o smartphone explodiu na manhã da última segunda-feira, quando sua bateria estava sendo recarregada. Ao pegar fogo, o aparelho queimou o lençol da cama e o carpete. “Caso você esteja se perguntando, eu estava usando carregador e cabo originais”, diz o texto.

“Crushader” disse que soube na sexta-feira do recall anunciado pela Samsung depois do registro de relatos semelhantes de explosão e incêndio em aparelhos. Ele já havia feito contato com a empresa para a substituição do modelo, o que ainda não tinha ocorrido.

Em uma atualização do texto, o proprietário disse que o hotel cobrou 1.800 dólares australianos (cerca de 4.400 reais) pelos danos ao quarto. A Samsung informou que cobriria a despesa.

Continua após a publicidade

De acordo com a assessoria da Samsung no Brasil, o Galaxy Note 7 ainda não começou a ser vendido no país. Seu lançamento foi adiado por causa do recall anunciado no exterior.

Publicidade