Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Futuro do TikTok nos Estados Unidos deve ser decidido neste domingo

Uma audiência sobre o caso está marcada para ocorrer na tarde deste domingo, 27; se não for barrada, a restrição ao app deverá começar às 23h59

Por Eduardo F. Filho 27 set 2020, 12h31

O impasse entre os Estados Unidos e o aplicativo Tik Tok ganhará mais um capítulo neste domingo, 27. Uma audiência sobre o banimento do app chinês no território americano deve ocorrer durante o dia. Caso a Justiça não haja decisão contrária, a restrição de downloads do programa deverá começar às 23h59. Segundo o presidente Donald Trump, o aplicativo — com 100 milhões de usuários nos EUA — seria uma ameaça a segurança nacional e deveria ser banido do país caso não fosse vendido a empresas americanas – Além do Tik Tok, outro aplicativo de origem chinesa, o WeChat, com mais de 19 milhões de usuários americanos, também está sendo expurgado do continente.

Os dois aplicativos teriam downloads restritos no Android e Iphone na semana passada, porém, a chinesa ByteDance, dona do Tik Tok, ganhou uma semana a mais por ter negociações avançadas com as americanas Oracle e Walmart. Entretanto, com a chegada final do prazo, não foi feito acordos. Na sexta-feira, 25, os EUA se recusaram a conceder ao aplicativo um novo período de tempo para a venda.

Presidente dos EUA, Donald Trump, disse a jornalistas no sábado que aprova o conceito do negócio da Oracle com TikTok (Cristobal Herrera-Ulashkevich/EFE)

O WeChat, por sua vez, o super app dos chineses, seria banido dos Estados Unidos no último domingo, 20, mas usuários da plataforma entraram na justiça para suspender o bloqueio. Uma juíza da Califórnia atendeu aos pedidos dos fãs do app e disse que “embora a evidência geral sobre a ameaça à segurança nacional” relacionada com a China fosse considerável, a “evidência específica sobre o WeChat era modesta”.

O governo americano recorreu da decisão judicial e pediu que a Justiça permitisse a proibição enquanto o caso segue no tribunal. A juíza tem até o dia 1º de outubro para decidir.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.