Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fusão entre Azul e Trip resulta na 3ª maior companhia aérea brasileira

São Paulo, 28 mai (EFE).- As empresas brasileiras Azul e Trip anunciaram nesta segunda-feira a fusão entre suas operações, que resultará na terceira maior companhia aérea do país com uma parcela de mercado próxima de 15%.

O acordo foi divulgado hoje em entrevista coletiva pelo fundador e presidente de Azul, o empresário americano de origem brasileira, David Neeleman, junto com o presidente do Conselho de Administração da Trip Linhas Aéreas, Renan Chieppe, e o presidente-executivo da companhia, José Mário Caprioli.

De acordo com o acordo assinado nesta segunda será criada uma ‘holding’ controladora que se chamará Azul Trip S.A. e terá como presidente do Conselho de Administração Neeleman, enquanto Caprioli coordenará a integração das duas companhias aéreas, informou a Azul em comunicado.

‘Estamos muito felizes ao anunciar nossa fusão. Tenho grande admiração pela Trip, nossas culturas são muito parecidas’, disse Neeleman. A nova empresa operará somente voos nacionais e terá uma frota de 112 aeronaves, das quais 62 serão de Azul e 50 da Trip. As duas ainda esperam aumentar o total de aviões para 120 neste ano.

Juntas, as duas companhias cobrirão 316 rotas a 96 cidades brasileiras e operarão 837 voos diários, equivalentes a 29% do total do país. ‘Vemos na Azul uma sócia que tem os mesmos ideais e visão de negócios’, disse Ciprioli, que ressaltou ampliação da competitividade de ambas a partir da fusão.

A operação tem que ser aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Fundada em 2008 como uma companhia de baixo custo por Neeleman, a Azul alcançou em setembro do ano passado o terceiro lugar entre as companhias aéreas brasileiras, atrás da TAM e Gol.

A empresa chega a 48 destinos brasileiros com mais de 400 voos diários e uma frota de 54 aviões, composta por 42 aeronaves da Embraer 190 e 195 com capacidade entre 106 e 118 passageiros, assim como por 12 ATR com 70 assentos.

Já a Trip, fundada em 1998, é a mais importante empresa de aviação regional, com uma frota de 58 aeronaves que chegam a 84 destinos com 437 voos diários. A frota da companhia é formada por 20 aviões Embraer 175 e 190 para 86 a 110 passageiros, e 38 ATR com capacidade entre 48 e 68 viajantes.

Desde setembro de 2008, a companhia aérea americana Skywest possui 20% do capital social da Trip.

Enquanto a Azul tem atualmente 10,2% da parcela de mercado, a Trip possui 4,16%. Dessa forma, a união das duas empresas consolidará o grupo Azul Trip no terceiro lugar com 14,36% do total. EFE

mb/cl