Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

França quer ofertas melhores pela Alstom

Segundo uma fonte, conversas entre o governo francês e as companhias interessadas continuarão ao longo desta semana

Por Da Redação
17 jun 2014, 15h18

A General Electric, a Siemens e a Mitsubishi Heavy Industries (MHI) precisam melhorar suas ofertas se quiserem ouvir uma resposta positiva da Alstom, afirmou nesta terça-feira uma fonte do gabinete do presidente da França. Segundo a fonte, Siemens e Mitsubishi apresentaram uma oferta conjunta ao presidente François Hollande nesta terça-feira, enquanto a GE deve se pronunciar novamente nos próximos dias. “As conversas entre o Estado e as diferentes companhias vão continuar nesta semana”, disse. “As ofertas devem ser melhoradas”, acrescentou.

Já o presidente-executivo da Siemens, Joe Kaeser, afirmou que não há motivo para que o grupo alemão e a Mitsubishi discutam melhorar a oferta feita pela divisão de energia da Alstom. Para Kaeser, a oferta de ambas as empresas pela companhia francesa é superior à proposta anterior feita pela GE.

Leia também:

Siemens e Mitsubishi apresentam oferta para compra da Alstom

Continua após a publicidade

Siemens e Mitsubishi concluem oferta por negócio de turbinas da Alstom

Alstom estuda oferta da GE, mas deixa porta aberta para Siemens

General Electric – Uma fonte próxima à GE afirmou que a companhia quer evitar uma guerra de ofertas com a Siemens e a Mitsubishi pela Alstom. Segundo ela, a GE está negociando com o governo da França a possibilidade de mudar os termos do negócio que não possuem relação com o preço, como empregos, atração de novos investidores para a unidade de energia, acesso à tecnologia de turbina nuclear a vapor, além de algum tipo de acordo para fortalecer a divisão de transporte da companhia francesa.

Continua após a publicidade

As conversas, no entanto, estão focadas principalmente na tecnologia de turbina nuclear a vapor da Alstom. De acordo com a fonte, a GE está aberta para receber investimentos públicos e privados na divisão de energia do grupo francês, e trabalharia com o governo e o setor de energia da França para garantir que a Areva, grande empresa de energia nuclear, tenha acesso à tecnologia.

Cenário – A GE ofereceu 12,4 bilhões de euros (16,88 bilhões de dólares) pelo negócio de energia da Alstom, que inclui energia térmica, energia renovável e redes de transmissão. A oferta, entretanto, foi desafiada por uma proposta conjunta da Siemens e da Mitsubishi que inclui 7 bilhões de euros (9,5 bilhões de dólares) em dinheiro.

(com agência Reuters)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.