Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FMI afirma que economia global se fragiliza

O Fundo Monetário Internacional (FMI) indicou nesta quinta-feira que provavelmente diminuirá suas previsões de crescimento global diante do que considera uma grande queda da atividade.

“Provavelmente revisaremos em baixa nossas previsões”, disse o porta-voz do FMI, Gerry Rice, em uma coletiva de imprensa, sem dar mais detalhes.

Foi registrada uma brusca desaceleração, particularmente na Europa, e a agitação dos mercados financeiros ofuscou o panorama desde o último informe sobre as Perspectivas Econômicas Mundiais (WEO, em inglês) do mês de outubro, afirmou o organismo internacional.

“A recuperação econômica global continua sendo desequilibrada e desigual. Desde este WEO houve uma desaceleração da atividade econômica mundial, especialmente, como todos sabemos, na Europa. As turbulências do mercado financeiro também contribuíram para uma maior incerteza sobre os prognósticos econômicos”, afirmou.

As atualizações do WEO serão divulgadas “até o fim” de janeiro, lembrou o porta-voz.

Ao responder a uma pergunta sobre se o FMI acreditava que os Estados Unidos, onde o crescimento foi lento, estavam voltando à recessão, Rice disse: “Nosso prognóstico não inclui uma volta à recessão”.