Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fitch pode rebaixar rating da China em 2013

Preocupações com setor bancário e dívidas dos governo locais são os principais pontos observados pela agência de classificação de risco

Como se não bastassem as preocupações na Europa, principalmente com relação à Grécia, a agência de classificação de risco Fitch traz mais temores ao mercado nesta segunda-feira ao anunciar um provável rebaixamento do rating de dívida soberana da China em 2013.

Segundo a Fitch, o gigante asiático precisará mostrar maior controle sobre seus problemas de dívida do setor bancário e dos governos locais.

Contudo, a preocupação da agência ainda não é forte porque não está havendo impacto negativo da crise econômica internacional no mercado de trabalho local. A Fitch acredita que a China vai continuar flexibilizando as condições creditícias e monetárias para amortecer a desaceleração do Produto Interno Bruto.

Apesar dos problemas do setor bancário, a Fitch mantém-se otimista sobre as perspectivas econômicas da China. As previsões da agência sobre o crescimento do país é de 8% do Produto Interno Bruto PIB para este ano – abaixo da média de 10,5% que manteve entre os anos de 2007 e 2011.

Em setembro do ano passado, a Fitch já havia anunciado que poderia revisar a nota em até dois anos. Ela rebaixou, em abril do ano passado, o rating da China de “estável” para “negativo”, com dúvidas sobre os empréstimos necessários para ajudar o país a manter a expansão da atividade doméstica.

(Com agência EFE)