Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fipe reduz previsão de alta do IPC em maio para 0,39%

Por Maria Regina Silva

São Paulo – A desaceleração na inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na segunda quadrissemana de maio levou o coordenador do indicador, Rafael Costa Lima, a reduzir sua projeção para o dado fechado do mês de 0,41% para 0,39%. Na passagem da primeira para a segunda quadrissemana de maio, o IPC arrefeceu de 0,55% para 0,48%.

Costa Lima argumentou que a inflação na cidade de São Paulo não é generalizada e que, por isso, não vê espaço para acelerações bruscas de preços.

“As altas nos preços continuam bastante concentradas em poucos produtos”, disse, citando como exemplo os aumentos registrados no feijão (13,48%), cigarros (13,91%), viagem/excursão (4,71%) e seguro de veículos (5,16%) na segunda quadrissemana.

Costa Lima também reduziu sua projeção de alta para o IPC na terceira quadrissemana de maio, de 0,47% para 0,45%.

Apesar da expectativa de desaceleração na terceira quadrissemana e no fechamento do mês de maio, os grupos alimentação, despesas pessoais e saúde continuarão pressionando o IPC.

Costa Lima prevê altas de 0,43% em alimentação, de 1,05% em despesas pessoais e de 1,05% em saúde no encerramento do mês.