Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ficou mais caro tomar café da manhã em 2017

Preços do café com leite e do pão com manteiga subiram em São Paulo, aponta associação dos supermercados

Tomar café da manhã em casa ficou mais caro para o consumidor paulistano em 2017, apontam dados da Associação Paulista de Supermercados (Apas).

De janeiro a maio, o preço do café subiu 14,58%. Em 12 meses, a alta chega a 26,44%. O leite longa vida tipo B registrou aumento de 6,55% no ano, o que refletiu em seus derivados, como a manteiga, que acumula alta de 7,86%.  

O preço do pão francês subiu 0,43% nos cinco primeiros meses de 2017 —4,45% em 12 meses.

Rodrigo Mariano, gerente de economia e pesquisa da Apas, explica que os itens foram impactados pelos custos de produção e por questões climáticas.

O preço do trigo, por exemplo, pressionou o pão francês. O aumento nos custos da ração animal impactou o leite e seus derivados.

No caso do café, pesaram o ritmo lento da colheita, com a demorada maturação dos grãos em um período de excesso de chuvas, o que gera menor disponibilidade do produto. Soma-se a isso a maior demanda internacional pelo grão, que favoreceu os preços nos mercados externo e interno.

Para economizar nesse cenário, Mariano diz que é preciso pesquisar. “É sempre um trunfo do consumidor, pois garante maior competitividade no setor e preços mais favoráveis”, afirma.

Segundo a Apas, a tendência para os meses de julho e agosto ainda é de pressão sobre os preços de alguns itens. A partir de setembro, eles devem se estabilizar e, posteriormente, apresentar queda, com o equilíbrio entre oferta e demanda.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Alex Cardozo

    Quantos brasileiros tomam o café da manhã da veja?

    Curtir