Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Facebook anuncia que terá moeda digital a partir de 2020

Batizada de Libra, moeda será administrada por entidades sem fins lucrativos e terá circulação por meio de carteiras digitais

O Facebook anunciou nesta terça-feira, 18, que deve lançar uma moeda digital própria em 2020. Chamada Libra, a criptomoeda usa tecnologia blockchain e promete segurança nas transações. 

Para garantir a implementação, o Facebook criou a Libra Association, organização sem fins lucrativos com sede em Genebra, na Suíça, para manter a estabilidade do Libra. A instituição tem, além do Facebook, outros 27 membros fundadores – todos terão os mesmos poderes que a empresa de Zuckerberg na iniciativa. Cada um dos participantes teve de colaborar com uma quota de, no mínimo, 10 milhões de dólares para compor as reservas da moeda.

A empresa também criou uma subsidiária chamada Calibra, que oferecerá carteiras digitais para salvar, enviar e gastar libras. O Calibra será conectado às plataformas de mensagens do Facebook Messenger e WhatsApp, que já possuem mais de 1 bilhão de usuários. Com isso, o Facebook foca na população desbancarizada em escala global.

“Para muitas pessoas no mundo todo, até mesmo serviços básicos financeiros ainda estão fora de alcance: quase metade dos adultos no mundo não possui uma conta ativa em banco, sendo que esses números são maiores em países em desenvolvimento e ainda piores para mulheres. O custo dessa exclusão é alto — por exemplo, cerca de 70% dos pequenos negócios em países em desenvolvimento não conseguem ter acesso a crédito, e 25 bilhões de dólares são perdidos todos os anos por migrantes em taxas para remessas de dinheiro”, disse a empresa em nota.

O funcionamento promete ser simples: o consumidor usaria sua moeda local para comprar Libra, gasta a criptomoeda como quiser — seja fazendo compras ou transferências para outros usuários — e converte de volta para sua moeda local, se desejar. A cotação do Libra, no entanto, não foi divulgada. Ainda não se sabe em quais países o Libra vai circular.

“Com o tempo, também esperamos oferecer serviços adicionais para pessoas e empresas, como pagar contas apenas apertando um botão, comprar uma xícara de café escaneando um código, ou usar transporte público sem a necessidade de carregar dinheiro ou um cartão de transporte”,  afirma a empresa. 

(Com Reuters e AFP)