Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fabricante do Marlboro diz que está desistindo do cigarro

A intenção é parar de vender cigarros tradicionais e ampliar a participação na venda de cigarros eletrônicos

Por Da redação - Atualizado em 5 jan 2018, 20h28 - Publicado em 5 jan 2018, 20h22

A Philip Morris, maior fabricante de cigarros do mundo, anunciou nesta semana que está desistindo dos cigarros. A intenção foi publicada como uma espécie de resolução de ano novo em anúncio divulgado em jornais britânicos na terça-feira, segundo o site Business Insider.

Mas isso não significa que a companhia sairá complemente desse segmento no Reino Unido. A intenção é parar de vender cigarros tradicionais e ampliar a participação na venda de cigarros eletrônicos e outros mecanismos que não produzem fumaça.

“A Philip Morris é conhecida por seus cigarros. Todo ano, muitos fumantes desistem de fumar. Agora é nossa vez”, afirma o comunicado da Philip Morris.

A fabricante do Marlboro e outras marcas citou seus compromissos para atingir a meta de desistir dos cigarros, como lançar um site com informações para quem deseja parar de fumar, além de apoiar ações governamentais em locais com grande população de fumantes.

A importação e venda de cigarros eletrônicos é proibida no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em sua resolução, a Philip Morris informa que pretende incentivar a substituição dos cigarros tradicionais pelos eletrônicos, que são ‘menos nocivos’ e por isso uma ‘opção melhor’ ao consumidor.

Philip Morris/Divulgação
Continua após a publicidade
Publicidade