Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA detectam fungicida proibido em suco de laranja do Brasil

Washington, 27 jan (EFE).- A Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) anunciou nesta sexta-feira que detectou vestígios de um fungicida vetado no país em vários carregamentos de suco de laranja procedentes do Brasil e do Canadá.

As autoridades americanas, que barraram noves dos 80 carregamentos de suco de laranja submetidos a testes desde o início do mês, reiteraram que seu consumo não representa um risco para a saúde.

O fungicida carbendazim está proibido nos EUA, mas é permitido e utilizado em outros países, como no Brasil, para evitar pragas.

A Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA, na sigla em inglês) não autoriza o uso deste produto químico em laranjas, que estudos com animais vincularam ao alto risco de tumores no fígado.

O maior vestígio deste fungicida registrado nos carregamentos barrados foi de 52 partes em 1 bilhão, muito abaixo do máximo residual estipulado pela União Europeia de 200 partes por 1 bilhão.

Os EUA ressaltaram que impedirão a entrada no país de mostras que contenham mais de 10 partes por 1 bilhão, já que abaixo desse nível não são detectáveis.

A venda de suco de laranja brasileiro nos EUA é alvo de críticas de produtores americanos e já foi motivo de uma disputa que levou os países à Organização Mundial do Comércio (OMC).

Em 2008, os americanos passaram a aplicar medidas antidumping sobre o suco brasileiro, alegando que o produto era vendido nos EUA por um preço menor que no mercado brasileiro.

O Brasil recorreu contra essas medidas na OMC, que decidiu em favor dos produtores brasileiros. EFE