Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Etanol precisa de R$ 130 bilhões para retomar patamar

Falta de cana fez com que 14 usinas deixassem de operar na atual safra 2012/13

O setor sucroalcooleiro precisa de investimentos de 130 bilhões de reais para voltar a crescer e retomar a participação do etanol de 50% da matriz de combustíveis do Brasil, afirma o presidente interino da União da Indústria de Cana-de-Açúcar, Antonio de Padua Rodrigues. Segundo ele, estes recursos seriam utilizados na construção de 100 novas usinas para produção apenas de etanol. Em 2010, o etanol chegou a representar 44,6% do total de combustíveis utilizados no Brasil. No final de 2011, a participação caiu para 31,68%.

Leia também:

Etanol é mais competitivo que gasolina em GO, SP e MT

Preço do etanol cai em 16 estados na semana, diz ANP

“Nestes investimentos não está adicionada a produção de açúcar”, disse Rodrigues. Ele explica que este valor terá que ser aplicado caso exista um marco regulatório que defina o porcentual que o etanol ocupará na matriz de combustível. “Se for 50%, é este o valor necessário, se for menos, o valor será menor.”

Rodrigues acredita que as usinas já existentes podem contribuir com um aumento na oferta de cana da ordem de 100 milhões de toneladas no Centro-Sul e os novos projetos teriam que produzir mais 300 milhões de toneladas para garantir essa possível meta de 50%. Atualmente o setor trabalha com uma capacidade ociosa de cerca de 100 milhões de toneladas em função da falta de cana para moagem.

A falta de cana fez com que 14 usinas deixassem de operar na atual safra 2012/13, de acordo com o dirigente da Unica. Outras duas que deveriam iniciar suas atividades nesta safra ainda não ligaram suas caldeiras. Rodrigues participou nesta terça-feira do 13º Encontro Internacional de Energia da Fiesp.

(Com Agência Estado)