Clique e assine a partir de 9,90/mês

Entrada da Ternium na Usiminas será oficial na 2ª feira

Por Da Redação - 13 jan 2012, 15h19

Por Fernanda Guimarães

São Paulo – A entrada da Ternium na Usiminas será oficializada na segunda-feira, quando o acordo final da operação será assinado, em Belo Horizonte. A argentina fechou no fim de novembro a compra da participação na siderúrgica mineira por cerca de R$ 5 bilhões. A fatia foi adquirida da Camargo Corrêa e da Votorantim, que, juntas, tinham 26% das ações com direito a voto, e do fundo de empregados da Usiminas, que também vendeu parte dos seus papéis.

A chegada da nova acionista será referendada na Assembleia dos Acionistas da companhia, marcada para o mês de abril. Nessa ocasião, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que apesar de perder a disputa para a Ternium, deverá reivindicar o seu direito a um assento no Conselho de Administração da empresa. Ao longo do ano passado, a companhia presidida por Benjamin Steinbruch acumulou 20,14% das ações preferenciais e 11,66% das ações ordinárias. Segundo a lei das S/As, para se ter direito a uma cadeira é necessário ter 15% das ações ordinárias ou 10% das preferenciais.

A nova composição acionária da Usiminas é formada pelo grupo japonês Nippon Steel, que segue sendo acionista majoritário, agora com 29,45% das ações ordinárias e o grupo ítalo-argentino Ternium/Tenaris entra com 27,66%.

Continua após a publicidade
Publicidade