Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Encomendas à Lupatech superam R$2 bi com San Antonio

Por Da Redação - 9 abr 2012, 15h17

SÃO PAULO, 9 Abr (Reuters) – A Lupatech terá uma carteira de pedidos (backlog) acima de 2 bilhões de reais após a incorporação da San Antonio Brasil, como parte do acordo de aumento de capital de até 700 milhões de reais formalizado pela companhia na semana passada.

Fornecedora de equipamentos e serviços para o setor de petróleo e gás, a Lupatech também terá com a San Antonio um backlog com “dispersão maior em vários contratos”, disse nesta segunda-feira o presidente da empresa, Alexandre Monteiro, em teleconferência com analistas.

“A junção Lupatech e San Antonio na área de serviço vai nos trazer grandes ganhos de sinergias e de desempenho”, afirmou.

A Lupatech -que vem passando por dificuldades financeiras e chegou a preocupar o mercado em relação à uma possível solvência- é em grande parte dependente de encomendas da Petrobras, a qual cancelou contratos de 779 milhões de dólares com a empresa na semana passada.

Publicidade

Com isso, o seu backlog caiu de 2,3 bilhões de reais em dezembro para 935 milhões de reais, a maior parte no longo prazo.

A incorporação da San Antonio Brasil, empresa de serviços para setor de petróleo e gás controlada indireta da gestora de fundos de investimentos GP Investimentos, foi anunciada juntamente com o aumento de capital de até 700 milhões de reais da Lupatech.

A capitalização ocorrerá por meio da emissão de 175 milhões de novas ações ordinárias, ao preço de 4 reais por papel, sendo que a BNDESPar, braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, e a Petros, fundo de pensão da Petrobras, subscreverão, em conjunto, até 300 milhões de reais.

O presidente da Lupatech considera que o mercado recebeu bem o anúncio da operação de aumento de capital e avalia que a demanda pode até ultrapassar os 700 milhões de reais.

Publicidade

“O mercado tem dado sinal de que está entendendo bastante bem esse aumento de capital… como uma nova Lupatech”, disse.

A ação da empresa chegou a subir mais de 10 por cento nesta segunda-feira. Às 15h08, o papel, que não integra o Ibovespa, subia 7,24 por cento, a 4,89 reais. O Ibovespa tinha queda de 1,42 por cento.

Monteiro acrescentou que a operação colaborará para a recuperação de caixa e da eficiência da empresa.

A companhia fechou 2011 com um caixa de 24,1 milhões de reais e um endividamento de curto prazo de 679 milhões de reais.

Publicidade

Monteiro disse que a empresa tem contado com apoio dos bancos para realização dos principais pagamentos e atividades.

Ele acrescentou que as vendas da divisão Microinox irão ajudar a empresa à fazer frente à necessidade de caixa até a entrada dos recursos do aumento de capital.

A Microinox atua na fabricação e no fornecimento de peças e componentes pelo processo de fundição de precisão para os mercados automotivo, de válvulas, indústria alimentícia, segurança, máquinas e construção civil.

Monteiro afirmou, ainda, que espera um 2012 “bastante melhor” para a companhia, inclusive no segmento de válvulas.

Publicidade

(Por Anna Flávia Rochas)

Publicidade