Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Encomendas à indústria dos EUA crescem em setembro

Puxadas por pedidos de aeronaves, Departamento do Comércio divulgou um aumento de 4,8% das novas encomendas nesta sexta-feira

Por Da Redação 2 nov 2012, 16h16

A demanda por produtos industrializados nos Estados Unidos teve em setembro a maior alta em mais de um ano. Novas encomendas destes bens subiram 4,8%, informou nesta sexta-feira o Departamento do Comércio. A leitura veio ligeiramente acima das expectativas dos analistas e marcou o maior ganho desde março de 2011.

O resultado positivo foi divulgado apesar de uma medida de planos de investimento empresarial ter apontado dinâmica fraca na recuperação econômica, mesmo com uma leve revisão para cima.

O aumento foi guiado por um forte ganho nos voláteis pedidos de aeronaves, mostrado no relatório de encomendas de bens duráveis da semana passada. Excluindo transportes, as encomendas subiram 1,4% em setembro.

Atividade econômica – A indústria tem sido o principal apoio da recuperação econômica norte-americana desde a recessão de 2007 a 2009, mas a atividade esfriou significativamente nos últimos meses. O governo revisou estimativas anteriores para pedidos de bens de capital fora do setor de defesa excluindo aeronaves – vistos como uma medida da confiança empresarial e de planos de investimento – para mostrar um aumento de apenas 0,2% em setembro.

Essa leitura foi maior do que o número reportado anteriormente – que mostrava estabilidade -, mas ainda sugere que os empresários perderam parte da confiança no fortalecimento da recuperação econômica. As encomendas para equipamentos de transporte cresceram 31,3% no nono mês do ano. Já os pedidos para bens não duráveis aumentaram 1,0%, depois da alta de 2,2% em agosto.

Continua após a publicidade

Leia também:

Setor privado dos EUA cria 158 mil vagas em outubro

Atividade industrial da zona do euro cai pelo 15º mês

Desemprego sobe para 7,9% em outubro nos EUA

(com Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade