Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Empresário do comércio está menos confiante, aponta CNC

Por Daniela Amorim

Rio – Os empresários do comércio ficaram menos otimistas na passagem de maio para junho. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) ficou em 125,7 pontos no mês passado, uma queda de 2,5% na comparação com maio. A desvalorização do real frente ao dólar e o aumento na inadimplência prejudicaram o humor dos empresários, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Todos os subíndices que compõem o indicador contribuíram para a deterioração do ânimo no comércio. O Índice das Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC) caiu 5,2%, para 101,3 pontos. Já o Índice de Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC) recuou 2,1%, para 161,7 pontos. O Índice de Investimentos do Empresário do Comércio (IIEC) teve queda de 0,4%, para 114,1 pontos.

Na comparação com junho de 2011, a confiança aumentou 1,5%, puxada pela melhora de 4,9% nas expectativas e pelo avanço de 3,9% na perspectiva de investimentos. Por outro lado, ainda em relação a junho de 2011, a visão dos comerciantes em relação às condições atuais da economia apontou uma queda de 5,7%.

Segundo a CNC, os resultados indicam uma piora na visão do empresariado sobre as condições atuais do comércio, enquanto as expectativas para o futuro seguem em patamares elevados. A entidade ainda espera um ano favorável para o comércio, com crescimento de cerca de 8% no volume de vendas em relação a 2011.