Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Emprego na indústria fica estável em janeiro; folha de pagamento cai

Na comparação com janeiro de 2013, contudo, índice de emprego recuou 2%. Queda mensal na folha foi de 0,5%

Por Da Redação 18 mar 2014, 09h35

Após registrar queda de 0,4% entre novembro e dezembro do ano passado, o número de empregados no setor industrial brasileiro registrou variação mensal nula em janeiro, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação ao mesmo período de 2013, contudo, o indicador registra queda de 2% – a mais intensa desde dezembro de 2009. Trata-se do 28º resultado negativo nessa base de comparação. No acumulado em doze meses, o recuo é de 1,2%.

Ainda de acordo com o IBGE, o número de horas pagas aos trabalhadores do setor avançou 0,1% entre janeiro e dezembro – e caiu 2,1% na comparação anual. Já a folha de pagamento real recuou 0,5% ante dezembro e avançou 3,7% em relação a janeiro de 2013.

Leia mais:

Saiba por que a subida de 2,9% da produção industrial não anima

Minas Gerais lidera crescimento industrial em janeiro

Na semana passada, o IBGE anunciou crescimento de 2,9% na produção industrial brasileira em janeiro, em relação ao mês anterior. Na comparação anual, contudo, o indicador caiu 2,4%. Em dezembro, a produção industrial havia registrado queda de 3,7% ante novembro – o pior resultado mensal desde dezembro de 2008, quando o recuo foi de 12,2%. No acumulado de 12 meses até janeiro, o indicador subiu 0,5%.

Continua após a publicidade

Publicidade