Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dólar sobe na sessão com S&P, mas cai 3,29% na semana

Por Da Redação - 13 jan 2012, 17h11

Por Silvana Rocha

São Paulo – A reviravolta no segmento de moedas e em todo o mercado ocorreu após fontes informarem ao Financial Times, à União Europeia e ao Wall Street Journal que a agência de classificação de risco Standard & Poor’s poderá rebaixar o rating de vários países europeus ainda hoje. No mês passado, a S&P colocou 15 dos 17 países da zona do euro sob revisão para possível rebaixamento devido a atual crise da dívida na região.

Antes disso, o euro já estava em baixa mais moderada, pressionado pelo resultado pouco animador de um leilão de bônus da Itália. A operação, segundo traders, teve demanda fraca em comparação com o leilão de ontem da Espanha, sobretudo pelo título italiano com vencimento em novembro de 2014, além de que a Itália ainda tem enormes necessidades de financiamento este ano.

Após cair 3,72% em 4 dias seguidos, o dólar à vista fechou esta sexta-feira com ganho de 0,45%, cotado a R$ 1,7930 no balcão. Na semana, porém, acumulou baixa de 3,29% e, em janeiro, de -4,07%. Na BM&F, o dólar pronto subiu hoje 0,62%, para R$ 1,7929, mas também contabiliza desvalorizações de 3,23% na semana e de 3,85% no mês. No mercado futuro, às 16h53, o dólar fevereiro de 2012 avançava 0,64%, a R$ 1,7985, com giro financeiro de US$ 23,478 bilhões – 5% acima do anterior.

Continua após a publicidade
Publicidade