Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Distribuidoras de energia terão de pagar R$ 1,9 bi em julho

Segundo presidente do Conselho da CCEE, preço do mercado de energia de curto prazo ainda está caro

As distribuidoras de energia terão de pagar 1,9 bilhão de reais este mês na liquidação das operações de compra de eletricidade no mercado de curto prazo em maio. O valor será pago nos próximos dias 10 e 11 de julho, conforme disse nesta quinta-feira o presidente do conselho da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Luiz Eduardo Barata. “O preço do mercado de curto prazo ainda estava alto em maio, caiu apenas em junho”, disse ele a jornalistas ao explicar o valor que terá de ser pago pelas distribuidoras.

Considerando, além das operações no mercado à vista, também os pagamentos a serem feitos por outros agentes do setor, a liquidação total de julho será de 3,5 bilhões de reais.

Leia mais:

Governo avalia novo empréstimo para distribuidoras

Aneel diz que faltará dinheiro para cobrir gastos de distribuidoras

Aneel aprova reajuste de 18,66% nas contas de luz da Eletropaulo

Barata disse que, até o momento, não foi procurado pelas distribuidoras para pedir uma ajuda financeira extra para pagar os altos custos. Até agora já foram repassados 11,2 bilhões de reais às concessionárias em forma de empréstimos para bancar o aumento dos gastos com a compra de energia no mercado de curto prazo. O presidente do conselho da CCEE, porém, disse que sabe da preocupação das distribuidoras e acredita que elas estejam tratando do assunto diretamente com o governo.

(com Estadão Conteúdo)