Clique e assine a partir de 8,90/mês

Desvalorização da Vale faz Ibovespa cair mais de 2%

Ações da mineradora caíram mais de 4% com dados e expectativas ruins na China. Petrobras também teve dia de baixa na Bolsa de Valores de São Paulo

Por Da Redação - 15 abr 2014, 20h18

Sinais de desaquecimento da economia chinesa fizeram a Ibovespa cair 2,21% nesta terça-feira. Mesmo com o resultado negativo, a bolsa reduziu as perdas na parte final do pregão. O giro financeiro foi de 6,98 bilhões de reais.

A Vale teve forte queda. As ações preferenciais (PN, sem direito a voto no Conselho) da mineradora caíram 4,69%; as ordinárias (ON, com direito a voto) recuaram 3,13%. O analista Lucas Ronzani, integrante da equipe de análise da UM Investimentos, aponta para a expectativa de um crescimento menos intenso do Produto Interno Bruno chinês ao analisar o desempenho da ação. “Por ser um importante parceiro comercial do Brasil, especialmente no setor mineral, impactou a Vale, que tem uma participação relevante no Ibovespa”, explicou.

As ações da Petrobras, outro peso-pesado da bolsa brasileira, também despencaram no dia. As ações ON e PN caíram 2,99% e 3,95%. Nesta terça-feira a presidente da estatal, Graça Foster, participou de uma sabatina no Congresso para esclarecer as notícias recentes sobre corrupção e negócios malsucedidos da empresa, como levantados pela Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

Leia mais:

Graça Foster admite: “Não foi um bom negócio”

Empresas sob suspeita faturaram R$ 31 bilhões com a Petrobras na era PT

PF deve indiciar doleiro e ex-diretor da Petrobras na quarta-feira

O analista Lenon Borges, da Ativa Corretora, também lembrou que já era esperada a volatilidade para o dia porque na quarta-feira vencem opções de ações. Além disso, ele comentou que era esperada certa acomodação do Ibovespa após pregões de alta – é o que o mercado chama de realização de lucros. “A intensificação na crise da Ucrânia e Rússia também trouxe mais instabilidade para o pregão”, acrescentou.

Mesmo com as blue chips Vale e Petrobras contribuindo para a queda do indicador, vale ressaltar que foram as ações da Oi que lideraram as perdas. Os papeis da empresa de telecomunicação caíram 11,57%, para 2,52 reais. É possível, segundo analistas, que o mercado esteja vendendo o ativo para comprar em sua oferta pública de ações, a um preço mais atrativo. A Oi pretende levantar em torno de 7 bilhões de reais para se reestruturar.

Continua após a publicidade
Publicidade