Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Designer que ofereceu casa por trabalho fecha acordo com MPT

A publicação de anúncio da vaga no Facebook em troca de moradia 'descolada' no início do mês causou grande repercussão nas redes sociais

O Ministério Público do Trabalho (MPT) fechou um acordo com a designer Patrícia Gomes Benfica em razão da oferta de moradia em troca de alguém que cuidasse do seu  filho e arrumasse a casa.  A publicação do anúncio da vaga no Facebook no início do mês causou grande repercussão nas redes sociais, o que motivou o MPT a abrir um inquérito para esclarecer o caso.

Segundo o Termo de Ajuste de Conduta, Patrícia se compromete a somente contratar empregados domésticos, caso o faça, com carteira assinada, a pagar o salário mínimo, e a não publicar outro tipo de anúncio oferecendo moradia como pagamento a serviços.

A multa, no caso de descumprimento é de 2.000 reais, e o acompanhamento será feito pelo MPT.

Apesar de oferecer um trabalho sem remuneração, Patrícia negou que tivesse a intenção de praticar uma versão moderna de trabalho escravo, acusação feita em meio aos comentários do seu post. “Como designer, não conheço as leis trabalhistas, não imaginava essa repercussão”, disse a VEJA na época.

Procurada pela reportagem, a designer disse que não iria se manifestar.