Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

CVM condena 10 dos 11 acusados de insider no caso Sadia

Por Da Redação 13 dez 2011, 16h58

Por Sabrina Valle

Rio de Janeiro – A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou hoje dez dos 11 acusados de uso de informação privilegiada em operações com ações da Sadia em 2008. As transações precederam a divulgação do fato relevante em que a companhia admitia perdas milionárias em arriscadas apostas com derivativos cambiais, naquele ano.

A decisão não foi unânime. O diretor relator do caso, Eli Loria, votou pela absolvição dos acusados entendendo não haver robustez nos indícios de vínculos entre eles e os administradores da empresa. Este foi o último julgamento com a participação de Loria, funcionário de carreira que se aposenta pela autarquia.

Já o diretor Otávio Yazbek discordou e aplicou multas entre R$ 32 mil e R$ 1,163 milhão a cada acusado, absolvendo Nanci Lúcia Forner. O restante do colegiado da CVM acompanhou Yazbek no voto.

Continua após a publicidade
Publicidade