Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Custo de extração do barril triplicou em cinco anos

O custo da extração do petróleo no Brasil triplicou nos últimos cinco anos, segundo levantamento do Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada (Ipea), divulgado nesta terça-feira. A extração de um barril, que custava US$ 3,42 no terceiro trimestre de 2003, saltou para US$ 10,42 no mesmo período de 2008. Essa alta, segundo o IPEA, reflete a falta de equipamentos e serviços no setor e a dificuldade da busca e da exploração de petróleo e gás em profundidades cada vez maiores.

Essa tendência de alta será mais desafiadora, sobretudo, na extração de petróleo da camada pré-sal, uma vez que a indústria petrolífera brasileira precisará “efetivar a extração a custos viáveis em termos econômicos”, afirma o estudo. Para dar conta dos custos elevados, a pesquisa aponta que �será necessário um imenso esforço de inovações tecnológicas, para maximizar o petróleo e o gás natural a serem produzidos�. O Ipea também defende ênfase aos aspectos institucionais, políticos e regulatórios.

Essa avaliação vai ao encontro do alerta feito pelo empresário Eike Batista nesta segunda-feira. O vazamento de petróleo em um poço da British Petroleum no Golfo do México chamou a atenção para as políticas preventivas que deverão ser tomadas. Tais medidas, segundo Eike, �aumentariam o custo com certeza, mas numa dimensão que não inviabilizaria o retorno ao investimento”.