Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CPI do Carf rejeita convocação e quebra de sigilo de filho de Lula

Também foram rejeitadas as convocações dos ex-ministros Gilberto Carvalho e Erenice Guerra

A CPI do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) no Senado rejeitou por unanimidade a convocação de um dos filhos do ex-presidente Lula, o empresário Luís Cláudio Lula da Silva. Também foram rejeitadas as convocações dos ex-ministros Gilberto Carvalho e Erenice Guerra.

Os três são investigados pela Operação Zelotes, da Polícia Federal, por suspeita de envolvimento em um esquema que fraudava julgamentos do Carf, órgão ligado ao Ministério da Fazenda.

Uma empresa de Luís Cláudio foi alvo de busca e apreensão pela PF e ele próprio foi ouvido em depoimento. A PF investiga se pagamentos da empresa Marcondes e Mautoni a Luis Cláudio fora motivados por lobby no governo Lula.

Os requerimentos que pediam a convocação do filho de Lula e dos dois ex-ministros foram de autoria do senador Ataídes Oliveira (PSDB-GO), que também é o presidente da CPI e por isso pautou os requerimentos.

Também foram rejeitadas as quebras de sigilos bancário e fiscal das empresas de Luís Cláudio e de Erenice Guerra, assim como a transferência dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do empresário.

(Da redação)

Leia também:

Ministro da Justiça manda PF se explicar sobre intimação a filho de Lula

CPI convoca dono da Caoa