Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cosan e Shell anunciam nova empresa chamada Raízen

A organização será uma das cinco maiores do país em faturamento, com valor de mercado estimado em 12 bilhões de dólares

A organização será uma das cinco maiores do país em faturamento, com valor de mercado estimado em 12 bilhões de dólares e cerca de 40 mil funcionários

A petroleira Royal Dutch Shell e a Cosan, maior processadora de cana-de-açúcar no mundo, anunciaram uma nova empresa nesta segunda-feira: a Raízen. A organização será uma das cinco maiores do país em faturamento, com valor de mercado estimado em 12 bilhões de dólares e cerca de 40 mil funcionários, posicionando-se como uma das mais competitivas na área de energia sustentável do mundo.

A Raízen será responsável pela produção de mais de 2,2 bilhões de litros de etanol por ano para atendimento ao mercado interno e externo. Além do etanol, as atuais 23 usinas produzem 4 milhões de toneladas de açúcar e tem 900 megawatts de capacidade instalada de produção de energia elétrica a partir de bagaço de cana. Na área de combustíveis, a joint venture comercializará aproximadamente 20 bilhões de litros para os segmentos de transporte, indústria e sua rede de 4 500 postos de serviço.

Apesar de ser uma empresa nova e nacional, a Raízen já nasce grande e com atuação global. “Pela dimensão de suas operações, a Raízen contribuirá para que o etanol de cana-de-açúcar, fonte de energia sustentável, limpa e renovável, consolide-se mundialmente e fortaleça a posição do Brasil no comércio internacional de biocombustíveis”, diz seu presidente designado Vasco Dias.

O processo de integração das unidades de negócios da Cosan e Shell, que concluíram a formação de uma joint venture em agosto de 2010, está em andamento e espera-se o seu lançamento neste 1º semestre de 2011.