Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copom mantém taxa e Selic encerra o ano em 6,5%, menor patamar da história

Segundo o Banco Central, a manutenção da taxa se baseia na recuperação gradual da economia brasileira

Pela sexta vez seguida, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu manter a taxa básica de juros em 6,5% ao ano nesta quarta-feira, 12. A taxa está em 6,5% desde março, a menor da história.

A decisão vai ao encontro da expectativa de analistas financeiros, que acreditavam que a taxa permaneceria inalterada devido ao fraco ritmo de atividade econômica, o que deve manter os preços sob controle. “Indicadores recentes da atividade econômica continuam evidenciando recuperação gradual da economia brasileira”, afirmou o BC.

Para 2019, o Banco Central projeta a Selic em 7,5%, de acordo com a projeção do Boletim Focus.

Segundo o Copom, é necessária a manutenção das agendas de reformas, como a da Previdência, para a recuperação sustentável da economia no próximo ano.

O risco global com a guerra comercial entre Estados Unidos e China é apontado como uma questão que preocupa para o próximo ano. “O cenário externo permanece desafiador para economias emergentes. Os principais riscos estão associados ao aumento da aversão ao risco nos mercados internacionais, à normalização das taxas de juros em algumas economias avançadas e a incertezas referentes ao comércio global”, diz a ata da reunião.