Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Copa do Mundo injeta R$ 30 bilhões na economia brasileira

Estimativa do Ministério do Turismo foi feita com base em estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) sobre a Copa das Confederações.

Por Da Redação 14 jul 2014, 23h17

Apesar da frustração de alguns setores com a Copa do Mundo, o mundial injetou 30 bilhões de reais na economia brasileira. Os dados são do Ministério do Turismo, com base em um estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) sobre a Copa das Confederações. Segundo o levantamento, o torneio realizado no ano passado movimentou 20,7 bilhões de reais, com 11 bilhões de reais em gastos de turistas, do Comitê Organizador Local e de investimentos privados e públicos, e 9,7 bilhões de reais em renda acrescentada ao Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Leia também:

Comercial da Adidas dá tom dramático ao embate da final

Após derrota, valor de mercado de Fred cai 16% e o de Neymar sobe 3%

Continua após a publicidade

Marcas patrocinadoras tentam minimizar clima de fracasso

O estudo sobre a Copa das Confederações avaliou os impactos iniciais, diretos, indiretos e induzidos na economia. O cálculo foi feito com base na soma dos investimentos públicos e privados em infraestrutura (9,1 bilhões de reais), dos gastos dos turistas nacionais (346 milhões de reais) e estrangeiros (102 milhões de reais) e dos investimentos do Comitê Organizador Local (COL) no evento (311 milhões de reais). Desses valores, obteve-se o efeito multiplicador na cadeia produtiva.

Leia ainda:

No embate entre Argentina e Alemanha, Adidas é a vencedora

Para FT, derrota na Copa é o fim simbólico do boomeconômico do Brasil

Continua após a publicidade

Publicidade