Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Consumo de energia cresceu 3,4% em 2011

Por Sabrina Valle

Rio (AE) – A carga de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional cresceu 3,4% em 2011 em relação a 2010, informou hoje o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O resultado ficou um pouco acima da previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) do ano passado, estimado em cerca de 3%. O consumo atingiu 58.238 megawatts (MW) médios no ano, contra 56.347 MW médios de 2010.

A ONS informa que a taxa apresenta, anualmente, um crescimento vegetativo. Em 2011, o consumo só não foi maior por causa do desaquecimento da indústria e das temperaturas mais amenas, que demandaram menos energia, acrescenta o operador.

“O ritmo lento de recuperação da economia americana e a deterioração da economia no âmbito da Comunidade Europeia, especialmente devido à crise das dívidas soberanas de vários países acabou gerando uma incerteza no cenário econômico global, tendo como reflexo a contenção dos investimentos e a redução dos níveis da demanda e do comércio internacional”, disse o ONS em nota.

A taxa de crescimento (3,3%) do subsistema Sudeste/Centro-Oeste, com 60% na carga do sistema, exerceu maior influência sobre a taxa de crescimento total. Já o Nordeste apresentou variação de 1,0% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Sul apresentou crescimento de 5,2%, influenciado pelo bom desempenho econômico da região e pelos resultados da agroindústria.

O Norte cresceu 4,5%, influenciado pelo desempenho da carga de grandes consumidores eletrointensivos instalados na região, cuja produção que é destinada basicamente ao mercado externo e detêm uma participação de 50% da carga desse subsistema, sendo 2/3 pertencente ao setor metalúrgico.

As indústrias em geral apresentaram a produção reduzida durante o ano de 2011, também influenciando a redução do consumo. O IBGE divulgou crescimento acumulado da produção industrial até novembro de 2011 de 0,4%.