Clique e assine com até 92% de desconto

Consulta ao 1º lote do IR 2013 começa na segunda

Informações estarão disponíveis na página da Receita Federal a partir das 9h00 (Brasília); pagamento será feito no dia 17 de junho

Por Da Redação 7 jun 2013, 13h21

A Receita Federal abrirá na próxima segunda-feira a consulta ao primeiro lote do Imposto de Renda de 2013, referente a 2012, e de lotes residuais dos anos anteriores. A informação estará disponível a partir das 9h (Brasília), segundo informou o órgão. As restituições desses lotes serão depositadas aos contribuintes no dia 17 junho.

De acordo com a Receita, 1,99 milhão de contribuintes vão receber nesta data, somando valor de 2,8 bilhões de reais. Do valor, 2,71 bilhões, que serão pagos a 1,96 milhão de contribuintes, são referentes ao ano-calendário de 2012, o restante corresponde a lotes residuais de 2009 a 2011.

Leia também: Gastos com livros didáticos poderão ser deduzidos do IR

Bovespa quer isenção de IR para investidores de pequenas e médias empresas Brasil deixa de arrecadar R$ 415 bilhões ao ano por sonegação No total, serão sete lotes regulares e o último está previsto para o dia 16 de dezembro. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smarthphones.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, informa a Receita, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Declaração IRPF.

O órgão explica que, caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (atendimento exclusivo para deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Continua após a publicidade
Publicidade