Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Conselho da BRF elege Pedro Parente como presidente global

Como foi presidente da Petrobras, executivo precisará da autorização da Comissão de Ética Pública da Presidência da República para assumir o cargo

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 14 jun 2018, 19h24 - Publicado em 14 jun 2018, 19h13

O conselho de administração da BRF aprovou por unanimidade a indicação de Pedro Parente para o cargo de diretor presidente global da companhia. O cargo estava vago desde o dia 23 de abril e vinha sendo ocupado, interinamente, pelo diretor vice-presidente Financeiro e de Relações com Investidores, Lorival Nogueira Luz Junior, que assumiu a gestão após a renúncia de José Aurélio Drummond Júnior, após quatro meses no cargo.

Como ele ocupou o cargo de presidente da Petrobras, Parente precisará de autorização da Comissão de Ética Pública da Presidência da República, “no que tange à existência de conflito de interesses entre o cargo anterior e o cargo de CEO global da BRF”. Ele renunciou ao posto após o fim da greve dos caminhoneiros que pôs em xeque a política de reajuste de combustíveis, implementada em sua gestão.

“Caso a comissão conclua pela inexistência de conflito, e tão logo seja informado da decisão, Parente tomará posse no cargo de CEO Global da BRF”, informa a BRF em comunicado.

Efetivada a posse, Parente acumulará os cargos de presidente do Conselho de Administração e diretor presidente global por um período inicial de 180 dias.

Publicidade

A BRF destacou que, durante o período em que for o CEO global da BRF, o executivo priorizará “o processo de planejamento estratégico e financeiro, cuidará diretamente da preparação de seu sucessor e liderará o processo de reorganização da companhia, em especial o preenchimento de posições chaves e questões ligadas à sua governança”.

COO

O Conselho de Administração também aprovou a criação do cargo de diretor presidente global de Operações (Global Chief Operating Officer – COO Global), que será ocupado por Lorival Junior. O COO Global terá responsabilidade primária sobre a gestão operacional da companhia, se reportando diretamente ao CEO Global.

Publicidade