Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Concessionária do aeroporto de Viracopos pede recuperação judicial

Em julho do ano passado, acionistas decidiram devolver a concessão ao governo

A Triunfo Participações e Investimentos protocolou nesta segunda-feira pedido de recuperação judicial da concessionária do Aeroporto Internacional de Viracopos, localizado em Campinas, São Paulo, disse a empresa. O pedido de recuperação judicial engloba as controladas Aeroportos Brasil, Aeroportos Brasil Viracopos e Viracopos Estacionamentos.

“Não obstante os incessantes esforços de seus administradores, a situação financeira das sociedades agravou-se de forma substancial nos últimos dias, levando à decisão por parte dos acionistas do ajuizamento do pedido de recuperação judicial”, declarou a empresa, acrescentando que as operações do aeroporto seguirão dentro da normalidade.

O consórcio Aeroportos Brasil — formado pela Triunfo, a UTC Participações e a francesa Egis Airport Operation — ganhou em fevereiro de 2012 a concessão para explorar o aeroporto por 30 anos, em conjunto com a estatal Infraero.

Segundo a Triunfo, Viracopos e seus acionistas vêm suportando prejuízos e dificuldades desde o início da operação, decorrentes de desequilíbrios econômico-financeiros do contrato de concessão e da crise macroeconômica “que contribuiu para frustrar, em níveis absolutamente exorbitantes e imprevisíveis, a demanda de transporte de passageiros e movimentação de cargas que havia sido projetada à época da licitação”.

Em julho do ano passado, as concessionárias decidiram devolver a concessão para a União. “Entretanto, passados 9 meses do protocolo deste requerimento, até o momento não foram adotadas pelas autoridades administrativas responsáveis as medidas necessárias à qualificação do contrato de concessão no âmbito do PPI, que consiste na primeira fase do processo de relicitação”, disse a Triunfo.