Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Comissão Europeia admite risco de recessão prolongada

Por Da Redação 10 nov 2011, 08h32

Por Clarissa Mangueira

Bruxelas – A União Europeia (UE) reduziu sua previsão de crescimento do bloco no próximo ano e afirmou que não pode descartar a possibilidade de uma recessão profunda e prolongada.

A Comissão Europeia, o braço executivo da UE, disse, em sua previsão semestral, que a economia está enfrentando uma queda da confiança, turbulência financeira, pacotes de austeridade governamentais e desaceleração dos principais parceiros comerciais da Europa.

A Comissão afirmou que o Produto Interno Bruto (PIB) da UE em 2012, ajustado pela inflação, crescerá somente 0,5%, ante a alta de 1,8% projetada há seis meses.

Desde então, a crise da dívida soberana da zona do euro se intensificou, afetando o investimento e a confiança do consumidor, disse a comissão. Os pacotes de austeridade dos governos suprimiram o crescimento no bloco. A demanda doméstica que, para os economistas, poderia conduzir à recuperação, não conseguiu avançar.

“A probabilidade de um período mais prolongado de estagnação é alta”, disse Marco Buti, diretor da divisão de economia da UE. “E, dada a incerteza excepcionalmente elevada em torno de decisões políticas fundamentais, uma recessão profunda e prolongada complementada pela turbulência do mercado não pode ser descartada.” As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade