Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cinco bancos sírios e três empresas petroleiras sancionadas pela UE

Cinco bancos sírios e três empresas de petróleo estão na lista das novas sanções adotadas nesta segunda-feira pela União Europeia (UE) contra o regime sírio, junto com 22 pessoas, principalmente membros do aparato de segurança.

Os bancos punidos foram os estatais Industrial Bank, Popular Credit Bank, Saving Bank e Agricultural Cooperative Bank, assim como uma filial do Commercial Bank of Syria — já sancionado pela UE –, o Syrian Lebanese Commercial Bank.

Todos são acusados de “participar do financiamento ao regime”.

Além desses bancos, as empresas petroleiras Deir ez-Zur Petroleum Company, Ebla Petroleum Company e Dijla Petroleum Company integram a lista por seu “apoio financeiro” ao regime de Bashar al-Assad.

Seus bens na Europa foram congelados, assim como os das 22 pessoas, que também não podem obter vistos.

A repressão no país a opositores do regime deixou, segundo a ONU, mais de 5.400 mortos desde março do ano passado.