Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

China prevê desaceleração da produção industrial em 2013

Estimativa para este ano é de alta de 9,7%, abaixo dos 10% registrados em 2012

Por Da Redação 30 dez 2013, 02h11

A produção industrial chinesa deve acumular alta de 9,7% em 2013, afirmou o Ministério da Indústria e da Tecnologia da Informação da China nesta segunda-feira. A estimativa é ligeiramente inferior à alta de 10% registrada no ano passado.

Leia também:

Governo chinês estima crescimento de 7,6%

Mercado de luxo enfrenta esfriamento na China

De acordo com as autoridades chinesas, apesar do atual crescimento da demanda doméstica permanecer estável, as bases para a recuperação da economia global continuam frágeis. Por causa disso, a demanda externa segue com baixos níveis de crescimento e há incertezas se a demanda agregada pode sustentar a expansão. O ministério também alertou que não há sinais claros de reformulação dos estoques das empresas e que os impulso para uma expansão maior são insuficientes.

O documento também afirmou que mais cidades devem implantar restrições a compras de veículos no próximo ano e que o crescimento dos investimentos no mercado imobiliário deve se desacelerar. Os investimentos em infraestrutura também devem perder força por causa de regulações mais duras no financiamento de governos locais.

Varejo – Também nesta segunda, o ministro do Comércio da China, Gao Hucheng, projetou que as vendas no varejo acumularão alta de 13% neste ano. O crescimento do comércio internacional do país deve ser de 7% no ano e o valor das importações e das exportações somados deve exceder 4 trilhões de dólares, afirmou Gao. O ministro disse, em comunicado postado no site do Ministério, que está otimista com o cenário para as exportações em 2014.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade