Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China pede à OMC permissão para impor sanções aos EUA

Com a guerra comercial com os EUA, bolsa de valores de Xangai recuou ao seu menor nível de fechamento desde janeiro de 2016

Na próxima semana, a China pedirá à Organização Mundial do Comércio (OMC) permissão para impor sanções aos Estados Unidos. De acordo com o país asiático, Washington não observou uma regra na disputa sobre taxas de dumping, que a China iniciou em 2013.

No ano passado a China conseguiu um parecer favorável da OMC na disputa — relacionada a várias indústrias, incluindo as de maquinário e de eletrônicos — com um valor anual de exportações de até 8,4 bilhões de dólares.

Bolsa de Xangai

O índice de Xangai devolveu os ganhos iniciais e fechou no nível mais baixo em 31 meses nesta terça-feira (11), com os investidores adotando uma postura mais cautelosa à espera de mais acontecimentos nas disputas comerciais internacionais.

No fechamento, o índice recuou 0,2%. É o menor nível de fechamento desde 28 de janeiro de 2016.

Alguns fornecedores da Apple ampliaram as perdas depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publicou em sua conta no Twitter que a empresa deveria fabricar seus produtos nos Estados Unidos se quiser evitar ser afetada pelas tarifas sobre as importações chinesas.

Entre os fornecedores da Apple, a Shenzhen Sunway Communication teve queda de 2,1%, e a Dongshan Precision recuou 3,6%. A Luxshare Precision ganhou 0,9% após uma queda de 10% na segunda-feira.