Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Chávez propõe criação de organização paralela à Opep

Por Da Redação - 6 out 2011, 19h28

CARACAS, 6 de outubro (Reuters) – O presidente venezuelano, Hugo Chávez, propôs nesta quinta-feira a criação de uma organização de “grandes produtores” de petróleo paralela à Opep, embora tenha garantido que a nova entidade não afetaria o funcionamento do bloco petrolífero.

A iniciativa se une a uma vasta lista de propostas feitas no passado pelo mandatário venezuelano para temas mundiais, que inclui a substituição do dólar por uma cesta de moedas para o comércio do petróleo.

“Tive uma ideia: criar, ir discutindo, ir vendo, para ver como criamos uma nova organização, neste novo mundo dos gigantes petrolíferos que está surgindo, que não somos só quatro ou cinco”, disse Chávez em rede nacional de rádio e televisão.

Chávez, que falou durante visita de funcionários e empresários do setor petrolífero da Rússia, acrescentou que os dois países estarão dentro desta nova organização, na qualidade de “gigantes petrolíferos”.

Publicidade

“Isso não significa de nenhum modo que a Opep se veria afetada”, explicou o mandatário, que elogiou a trajetória e a história da organização.

Venezuela, um dos cinco membros fundadores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), produz cerca de 2,7 milhões de barris por dia, apesar de ter as maiores reservas de petróleo do planeta, acima da Arábia Saudita.

A Opep controla aproximadamente um terço da produção mundial de petróleo e 75 por cento das reservas.

(Reportagem de Mario Naranjo e Eyanir Chinea)

Publicidade