Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cesta básica sobe em 15 capitais, aponta Dieese

Por Denise Abarca

São Paulo – O preço médio da cesta básica caiu em janeiro, na comparação com dezembro, em apenas duas das 17 capitais brasileiras pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Conforme a Pesquisa Nacional de Cesta Básica, divulgada hoje pela instituição, recuos de preços da cesta foram apurados apenas em Porto Alegre (-0,81%) e Vitória (-1,54%).

Nas outras 15 cidades, houve avanço de preços, sendo que em sete delas, aumento superior a 3%: Brasília (4,72%), João Pessoa (3,90%), Florianópolis (3,51%), Rio de Janeiro (3,35%), Recife (3,32%), Curitiba (3,17%) e Aracaju (3,11%). Na sequência, aparecem São Paulo (2,98%), Salvador (2,58%), Belém (2,06%), Goiânia (1,67%), Belo Horizonte (1,54%), Fortaleza (1,32%) e Manaus (1,07%). Natal foi a capital a registrar a menor alta de preço da cesta básica em janeiro: 0,60%.

No acumulado dos últimos 12 meses até janeiro, somente em Natal (-4,88%) houve queda. Os maiores aumentos ocorreram em Florianópolis (10,16%), Belo Horizonte (9,81%) e São Paulo (9,30%). Em nenhuma das capitais pesquisadas a alta anual dos preços dos gêneros essenciais foi maior do que o reajuste aplicado para o salário mínimo, de 14,13%.

O Dieese realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica nas cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Vitória.