Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carrefour vai cortar preços em ano difícil

PARIS, 12 Abr (Reuters) – O Carrefour, maior grupo de varejo da Europa, afirmou nesta quinta-feira que vai se concentrar em cortes de preços para reconquistar clientes enquanto se prepara para mais um ano difícil marcado por redução de gastos dos consumidores.

O grupo francês, que no primeiro trimestre sofreu queda de 0,1 por cento nas vendas no conceito “mesmas lojas”, informou que foi atingido por contínua fraqueza no desempenho de hipermercados na França e por medidas de austeridade adotadas no sul europeu, onde os compradores reduziram consumo de itens não essenciais.

Nos mercados emergentes, a performance na China apresentou dificuldades e no Brasil houve desempenho robusto.

A segunda maior rede de varejo do mundo atrás do Wal-Mart informou que as vendas do primeiro trimestre somaram 22,49 bilhões de euros (29,51 bilhões de dólares), um aumento de 1,5 por cento sobre o ano anterior, que refletiu dias úteis a mais e preços de combustível mais altos.

Desconsiderando combustível, câmbio e efeitos de calendário, as vendas recuaram 0,1 por cento, com a receita nos hipermercados na França caindo 3,1 por cento.