Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caixa vê espaço para crescimento do crédito imobiliário

Por Eduardo Cucolo

Brasília – O vice-presidente de Governo e Habitação da Caixa Econômica Federal, José Urbano Duarte, afirmou nesta quarta-feira que ainda tem espaço para crescimento do crédito imobiliário do País, que deve passar dos atuais 5,3% do PIB para 11% em 2014. Ele disse, no entanto, que o crescimento não se dará na mesma velocidade verificada em 2009 e 2010. O banco anunciou hoje redução de até 21% nos juros no crédito imobiliário.

Ele disse que o banco deve rever a projeção de emprestar R$ 90 bilhões neste ano, dado que, até o dia 20 de abril, já emprestou R$ 26,1 bilhões, 43% a mais do que no mesmo período do ano passado. “É uma previsão conservadora. Temos a sensação de que vamos ter de rever a projeção para este ano”, afirmou.

Sobre a redução nas taxas de juros anunciadas hoje, Duarte afirmou que a inadimplência está próxima do nível atual, de 1,7%, desde julho de 2010, e que houve ganhos de eficiência e de escala nos últimos anos. Os atrasos estavam em 3% da carteira em julho de 2007. “Estamos nos valendo disso para compartilhar com o cliente parte desses ganhos.”